16 de fev de 2016

Ei, miga.

Ei, miga. Eu poderia começar o texto pedindo para você parar de chorar por esse babaca, mas não faça isso. Chore tudo que houver para chorar, ouça todas as músicas sobre traição, mas não esqueça de “Survivor - Destiny’s Child'', ela vai te erguer mais que tudo. Veja o vídeo ’‘Resiliência” no Youtube. Falte no serviço, faça cena no postinho de saúde e peça atestado médico na cara de pau mesmo, ninguém vale suas lágrimas, quem dirá o desconto no salário no fim do mês! Miga, ele te destroçou todinha, eu sei, mas não se iguale, não use ninguém como ele te usou, não se feche para o mundo, não vá atrás dele. Sei que cada relacionamento é diferente, mas miga, um conselho de todo o meu coração (aceite-o se quiser): não volte com ele. Ele não sabe brincar de namorar, caramba! Há uma música da Flora Matos que diz que “Pra cuidar bem de nós não falta quem queira”. Não precisa sair beijando todo mundo, mas sinta o toque de outras pessoas, de primeira você não vai sentir nada porque a dor vai anestesiar mais da metade dos sentimentos bons, mas arrisca, é gostosinho (minha palavra preferida). Vá a lugares desconhecidos! Pinte a parede do quarto, transforme sua dor em arte. Abrace uma árvore e tire muitas e muitas fotos. Não esconda sua tristeza de ninguém, se puder conte pra todo mundo, eu mesma fiz incontáveis piadinhas com chifres e agora enjoei da história, enjoei das minhas piadinhas e estou bem. Não sofra de pouco em pouco, sofra tudo agora pra amanhã você estar radiante, não garanto que esteja inteira, mas vai estar vivíssima e esse é um ótimo motivo para abrir esse sorriso. Joga tudo fora, miga. O lixeiro passa sábado de manhã? Sexta a noite joga tudo na rua, não queira lembrar de uma farsa. Ele foi uma farsa o tempo todo, enquanto dizia que os colegas de trabalho faziam piadinhas com as mulheres e aquilo dava raiva nele, na verdade, agora sabemos que ele também fazia piadinhas. Ele é falso e mentiroso, miga. Vai colocar a culpa em você, no seu cachorro, na sua comida ou até no jeito que você veste. Ele vai te destruir e colocar a culpa na sua mãe - aquela louca, segundo ele. A bebida que fez ele te trair, na verdade, isso não diz nada sobre o caráter dele, tão bonzinho e educado o menino. Não sinta dó do canalha, sinta dó de você e do quanto você está sofrendo. Ele se acostumou com a traição, o que tinha pra ele sofrer (digamos que ele tivesse essa compaixão) ele sofreu três meses antes que foi quando te traiu. Você vai ter vontade de se vingar e escrever na parede do trabalho dele “fazer sexo com você é como fazer miojo, a duração é de três minutos e eu detesto miojo”, mas na época você sabe que não havia problema ele não respeitar suas vontades totalmente, o amor é maior que tudo, isso que você pensava. Miga, você foi forte o bastante quando largou seu orgulho e decidiu que não queria vê-lo infeliz. E se não largou o orgulho, parabéns! Queria ter sido mais como você. Miga, coloca aí online numa rádio indiana, vá dançar, remexe esse corpo maravilhoso, me chama pra remexer também que eu vou! E ninguém depois da Xuxa usou a palavra remexer, não é? Bom, ele perdeu! Perdeu uma pessoa que além de tudo consegue fazer bom uso dessa palavra. Lembre-se que nós não perdemos nada, a não ser o tempo. O que se foi não se compara ao que estar por vir, vamos lembrar disso pra vida inteira. Deus não tira, ele livra. Fica bem e se precisar é só chamar!

24 de jul de 2015

251. Seu primeiro término.


Esses posts numerados fazem parte da lista ''642 coisas sobre as quais escrever''.
Meu primeiro término foi com o medo. Medo de ficar só, medo do amor próprio acabar, medo de não existir felicidade depois do término seguinte. O término seguinte foi com um carinha que eu gostei muito, inclusive achei que amava. Como eu fui tola! Minha mente repete mil vezes para o meu coração agora: ei trouxão, aquilo não era amor, era carência. Aceitar qualquer coisa por simplesmente não ter outra opção é a maior burrice do ser humano, pois se você não tem outra opção antes da pessoa aparecer, terá menos ainda quando deixar ela fazer parte da sua vida. Quando se é carente de amor, carinho e atenção qualquer coisinha serve. Lógico, não estou dizendo que meu ex foi uma simples coisinha, até porque ele foi demais, se fosse para dar uma nota, com certeza levaria um dez. O problema era nós dois juntos: não combinava. Eu determinada, ele nem tanto. Ele muito sonhador, eu nem tanto. Nunca gostei de mentirinhas bobas, só para ter o que falar, sabe? Depois de um tempo percebi que ele era quase todo assim. Tinha mentira sobre cabelo, roupa, pés e até umbigos. Quando eu questionava, ele dizia que era tudo brincadeira, mas se eu não falasse nada, passaria como verdade. Aguentei um tempinho com isso, mas parece que quando descobrimos uma coisa errada, vem logo uma enxurrada de erros junto. Quanto menos atenção era me dada, mais eu me conhecia, já que o tempo que eu passava era comigo mesma. Quanto mais me conhecia, mais eu me amava. Chegou um momento que eu estava me amando tanto que percebi que não precisava dele e de mais ninguém, e esse foi o término mais feliz que já tive,

3 de jul de 2015

Como seus pais se conheceram?

Mais um post pessoal, adoro contar sobre coisas que acabei de descobrir e saber outras histórias com o mesmo tema também. É uma coisa que eu fico pensando: se minha mãe não tivesse conhecido meu pai, quem seria eu? Talvez eu não seria. É tão complicado pensar, dá um lag no cérebro.

Meus pais (João e Val) se conheceram num parque de diversão que atualmente nem existe mais. Estavam no ano de 1985 a.c., João reparou na bela moça que estava com uma amiga e resolveu conversar com elas. Val não estava dando bola para o rapaz, pensava que ele queria a amiga dela, até que ela se despediu e João pediu se podia leva-la em casa. Conversa vai, conversa vem e o rapaz mostrou bastante interesse, pois Val era uma mulher de 20 e tantos anos e não era casada, a maioria de seus namorados morreram antes do ato se concretizar, mas isso não assustou João que era um homem determinado e naquele exato dia decidiu que ela era a mulher da vida dele. No fim de semana seguinte eles se encontraram no mesmo parque, se beijaram atrás da roda gigante e a partir dali começaram a namorar. Não brigavam frequentemente, era o casal ideal, eles seriam felizes até o fim de seus dias. Juntaram dinheiro para o casamento, mas não foi o suficiente, tanto que a irmã de Val teve de comprar as alianças, isso não os incomodou, iriam casar e não tinha nada melhor que isso. O casamento ocorreu bem, tiveram uma filha em 1988, sim, em pouco tempo, mas é o amor! Em 1992 tiveram outra. 1994 estavam rezando para ter um menino, mas nasceu outra menininha. Em 1996 nasceram as gêmeas, uma se chamava Maíra que já nasceu predestinada ao sucesso e glória, mas a história não é sobre essa garota doce e especial. Não satisfeitos com a casa cheia, em 1999 veio a caçula que não se sabe porque nasceu, mas ainda bem que nasceu. Eles construíram uma família, uma grande família de meninas, não tinham luxo, mas tinham o que necessitava. A vida era apertada, mas João sabia o que fazia e Val gostava disso. Até que em 2001 João suspeitou que estaria doente, ele teve a certeza disso um tempinho depois, a partir daí as coisas ficaram feias, mas isso é história para dia dos pais... João e Val estiveram na saúde e na doença, até que a morte os separou.

Assim termina a história dos meus digníssimos pais, quero saber a história de vocês, aceito qualquer história, pode até ser da sua avó com seu avô, eu necessito de histórias para viver, então me mantenham viva, ok? ahahaha Beijos!

22 de mai de 2015

58. Descreva uma pessoa que você vê todos os dias.


É alto, mas não do tipo gigante. Alto do tipo normal, tão normal que me lembra o quão anormal sou, pois devo ter uns dez centímetros a menos que ele. Gostaria de poder dizer que o cabelo dele é bagunçado igual aos dos bad boys do cinema ou arrumadinho igual aos dos nerds, mas não reparei nisso, tem uma certa chance de eu não achar nada de ''errado'' nele, é como se o cabelo já fizesse parte do pacote. Tem uma voz rouca tão bonita que se falasse sussurrando levaria qualquer uma ás nuvens. É impossível saber qual a cor preferida, mas observei que ele fica lindo de vermelho, parece que se ilumina com essa cor, que vermelho é como uma segunda pele. É organizado, foi o primeiro homem que vi ficar com um espanador de pó por mais de cinco minutos. O bigodinho quase loiro ficaria engraçado em qualquer outra pessoa, mas nele fica atraente. Decidir se ele é magro ou um pouquinho forte é difícil, dá vergonha de ficar encarando o corpo dele, por isso não sei bem. Sou péssima em saber a idade de qualquer ser humano e com ele não é diferente, o jeito mescla entre jovem e inseguro, e confiante e maduro, mesmo assim daria uns vinte e dois anos. Nunca trocamos mais de três frases e não sei se quero que isso mude, será terrível descobrir que talvez ele não é nenhum pouco organizado ou que a voz não é rouca normalmente. Mas de uma coisa eu sei: vê-lo todos os dias me traz uma paz que comprova que nada mudou, olhar para ele faz com que eu me sinta viva, capaz de sentir coisas boas novamente.

imagem

30 de jan de 2015

Os posts mais vistos de 2014 + voltando a postar!


Já estamos quase em fevereiro e é um pouco ultrapassado fazer esse tipo de post se ser no fim do ano, mas cá estamos! Vou linkar os posts do blog mais vistos em 2014 e já avisando que vou voltar a ser ativa aqui. Há certos momentos na nossa vida que escrever é a única salvação e por isso voltei, vou me mudar daqui uns dias, mas não quero largar isso aqui. Aqui que sempre foi meu porto seguro, até mesmo nos rascunhos.

Vamos lá: 
01. Opinando: homem com cabelo comprido
02. Primeiro tweet dos famosos
03. 22 cabeçalhos free
04. Perguntas frequentes sobre ter irmã gêmea

Por enquanto é só isso, talvez no fim de semana tenha post novo, já que estou super animada com a minha volta. Beijos e até mais!

16 de mai de 2014

Indicando Mundo: Amostras e Brindes grátis!


Neste post eu vou falar de uma coisa que eu amo receber: Amostras Grátis! Ás vezes nem é uma coisa que eu quero, mas a sensação de ver algo chegando com o meu nome é maravilhosa, amo receber coisas pelo correio, por isso que agora estou trocando cartas, em breve farei um post sobre isso. Bom, ano retrasado eu conheci um site que mostrava todos as marcas que estavam dando amostra grátis de produtos, algumas de fora do Brasil, mas que davam a amostra, de qualquer modo. Nesse site eu já ganhei amostrinhas de shampoo e condicionador da Truss que eu gostei bastante, mas não achei na cidade para vender. Amostra da L'oreal, que não era para meu tipo de cabelo, mas gostei mesmo assim. Ganhei uma revista Melissa que serviu para fazer recortes legais ahaha e pedi tantas outras coisas que nunca chegaram. Já ganhei duas amostras grátis/brindes esse ano, quer ver?


9 de mai de 2014

Desafio Editando Capas #3 - Um Dia


O Desafio está de volta, clique aqui se você não sabe do que se trata. Tive um monte de ideias para o Desafio, mas no fim ficou esse simples mesmo, quero sugestões de capas, viu?! Estou pensando também em dar um prêmio real para quem tiver mais curtidas na edição, lá na página do blog, o que acham? A participante assídua do Desafio concordou então estou um pouco esperançosa. Vamos ver a proposta?